30 de out de 2010

Saramago fala sobre Twitter

Eis-me aqui a degustar delicadas opiniões proferidas por todo ciberespaço vernáculo pelo magnânimo doutor, o mestre laureado (como o reconhecimento fizesse-lhe diferença). Concisão capricho dos publicitários e poetas afeta em demasia a prosa solitária dos sonâmbulos. Quem protestará contra a pressa opressora a gerar ansiedades esquizofrênicas? Ninguém. Quando não mais fabricarem doces e/ou balas para reverter nossas TAG´s, permitiremos a invasão dos diálogos pontos-e-vírgulas por entre nossas sensíveis sinapses corrompidas mais que atrofiadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário