8 de dez de 2006

Tenho uma confissão a fazer

De tão descaderado, nada mais me choca. Até que chego em casa e me deparo com a HBO anunciando "para logo mais" o show rodado, mas não datado da Madonna. Daqui a pouco troco de roupa. E de toalha permaneci. Sentado no sofá. Boqueaberto. Bombardeado com o que seria o produto de uma indústria cultural que passa por revolução informacional. (-- Onde vamos parar? -- Não sei, mas conheço quem sabe.) Os estilalhaços dos ragmentos permanecem preso a minha retina. É um todo coeso que Madonna regurgita demagogicamente através de um marqueting virulento. Eu gosto de vê-los rebolando. Rebolo ainda mais gostoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário