14 de jun de 2004

Tu te lembras do Big Brother 4? Do tanto que os participantes e o público criticava a canditada Solange? Eu ficava angustiado por que não tinha argumentos para defendê-la. Não que ela precisasse da minha defesa. Mas eu sabia que deboche contra o forma que ela se falava estava recheado de ignorância. Pois bem, como havia dito Prima Justina à Capitu: "Não precisa correr tanto; o que tiver de ser seu às mãos lhe há de ir". E veio à minha. "Preconceito Lingüístico:
O que é? Como se faz?" Loyola, 2003, 27ª! Edição
.

As palavras do professor Bagno me serviram de luva, apertada, mas luva:
"Eu confesso que sinto muito prazer ao ler (ou ouvir) um texto cheio de 'erros de português' -- mas com idéias originais, inovadoras, coerentes, bem expressas --, um texto isento de preconceitos e de idéias rançosas, com todas as regências cultas respeitadas, todas as concordâncias verbais e nominais, mas repleto de intolerância, de deboche, de sarcasmo, de concepções degradantes e por aí a afora."

E pensar que eu estou sendo pago para resenhá-lo. Trabalhos assim, eu faço de graça; sem perceber que já era domingo e o telefone se negara a tocar para mim.








Nenhum comentário:

Postar um comentário