14 de fev de 2006


James Joyce-21, originally uploaded by jpfinley.

Um pouco de cultura e munido de boa vontade, assim estou enfrentando Finnegans Wake (Ai, ai, só quer ser o culto), doravante FW. Deseja-me sorte. Nessa salada de frutas, sirvo morangos amassados; caso contrário, o torto fumegante sobe na cama para dizer bom-dia-meu-amor.

Há cinco dias o romance-poema estava me esperando sobre o criado-mudo. Entrei no apartamento, como se estivesse indo salvar, das chamas do incêndio, um idoso. O molho de chaves zombava de mim. Perdi uma sexta-feira, um sábado e um domigo de leitura. (Por que será que ele insiste?) Gritei, ao saber por telefone que eu deveria (logo) buscá-lo. Pensei que ele também estava lá. Tranqüilamente, me despedi dos meus pares e decolei em direção da Lua. Disfarcei minha euforia. Não queria mostrar-lhes minha frágil felicidade. Aqui é proibido sorrir, já que ser feliz tornou-se impossível (Por quê? Explica-nos se for capaz).

Quando se fala ou recomenda muito algum romance, filme, exposição, o que se seja; das duas uma: ou você se decepciona, ou derrete-se de gozo. (Haveria a opção da indiferença, esqueceu-se?) Não me decepcionei, contudo (cuidado com essas vírgulas), a leitura gaguejada está longe de me lembrar o foda de ontem à noite: a leitada escorrendo pela minha bunda, o cacete batendo no meu rosto, com a glande sendo esfregada nos meus lábios; o indicador grosso me rasgando o cu. O dedo médio, depois o anular. Prazeres distintos, baunilha. Nenhum possui a pretensão de substituir o outro. Até porque, parece que o dia de ontem não anoiteceu. Nem a agenda sobre a cama prova que encontrei alguém que só diz me querer. Só se for nu, de cabeça pra baixo com as pernas a procura de apoio. Não achei graça. De novo, não faço. Meu nariz escorrendo sangue, um pedido safado de desculpas. Mesmo assim, ele consegue ser mais carinhoso que os outros.

4 comentários:

  1. Naira4:52 PM

    Caramba!!!
    Que delícia!
    Que delícia!
    Que delícia!

    Amo quando a gente começa a ler um texto pensando que ele terminará de um jeito, e na verdade, ele termina de outro.

    Ainda mais descrevendo uma cena assim!

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. naira4:58 PM

    naira diz:
    como vc gosta de morangos...
    naira diz:
    "torto fumegante!!!" rararara estou pensando besteira!!!
    Marcinho diz:
    hahauhauauha
    Marcinho diz:
    quem não pensaria
    Marcinho diz:
    adoro morangos, mas só os do meu quintal.

    ResponderExcluir
  3. tbm me surpreendi com o rumo da prosa...hahaha.

    ResponderExcluir