21 de fev de 2006

Sonhar com lírios

Agora que sou beneficiado, incentivo o e-commerce; as comodidades, as vantagens. Esquece isso. Vamos à promotoria agora de manhã. Você terá coragem de denunciar o torturador depois de ter ido para cama com ele? Ele nunca vai sabem quem o delatou. Até porque se tivesse sido algo mais que sexo, teria piedade daquele pequerrucho volume dentre as pernas, que se tornou descomunal quando você aproximou da boca, né? Poxa, filé, finalmente. Finalmente? Desde outubro estava a procura desse protótipo de Highlander. E ele me chamando de meu amor. Oh, perfume, danado, gostoso. Ah, o amor. Por causa dele, vou refletir.

5 comentários:

  1. Gaudz1:57 PM

    eu sou a favor dos delatores. principalmente os que moram em BSB.

    ResponderExcluir
  2. Refletir por causa do amor ou por causa do espelho?


    abraços, flores, estrelas...

    ResponderExcluir
  3. Sua leitora2:43 AM

    Ai que saudade do meu amor.
    Pena que ele se derrama nos esguinchos do meu sangue.

    Mentira. Eu não amo. Eu sou uma maníaca obsessiva.

    ResponderExcluir
  4. Gaudz,
    Bom ter nossa amizade ratificada. Abs!

    Poeta,
    A ambigüidade é permitida, não? hehe.

    Leitora,
    Somos dois, portanto.

    ResponderExcluir
  5. Acho que concordo com a reflexão do edson aí de cima...

    ResponderExcluir