27 de abr de 2004

O rascunho do argumento-final me cheira a chuva lilás. Freud que me ajude. Meu sentido orgânico me processará por maus tratos. Antes, vou passar uma mensagem para celular do Fulaninho, já que a secretária insiste em querer falar comigo. Não sou garoto de recados. Sou daqueles que gostam de saber como os mocinhos fazem para controlar um rebelião num presídio federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário